50 ANOS CLAUDINO comente aqui

Em 24 de junho foram comemoradas as bodas de ouro de presença do companheiro Joaquim Claudino Filho no RCOP.

Claudino é natural de Córrego da Lage, povoado de Santa Maria de Itabira (1925). Ele chegou a Ouro Preto em 1946, para servir ao Exército. Formou-se na Escola de Farmácia em 1957, tornando-se professor nesta instituição a partir de 1963. Criou em nossa cidade o tradicional “Laboratório Claudino”, casou-se com Denise (1964), e teve três filhos – Ivanise, Francisco e Claunise – e seis netos. Em 22 de maio de 1960, Claudino foi admitido no RCOP, apadrinhado por Arthur Drummond. Foi presidente do RCOP em três gestões, e possui o Título de Paul Harris. Recebeu diversos prêmios ao longo de sua carreira, entre eles: Medalha Bernardo Pereira de Vasconcellos (1989), Medalha do Aleijadinho (1990) e Título de Cidadão Honorário de Ouro Preto (1998).

A seguir, uma série de fotos da reunião festiva. Na janela de “Artigos”, pode-se ver um resumo da vida de Claudino em uma apresentação feita por sua família.

 

 

 

 

 

 

 

 

PASSEIO PARQUE ITACOLOMI comente aqui

Em uma de suas últimas atividades para o ano rotário 2009-2010, a Casa da Amizade organizou no dia 13 de junho uma divertida caminhada ao Parque Estadual do Itacolomi. Na ocasião, uniu-se o tradicional companheirismo vivenciado pelo RCOP ao espírito de preservação da natureza e valorização da ecologia.

De acordo com o Instituto Estadual de Florestas – IEF, o parque possui uma área de 7.543 hectares de matas, onde predominam as quaresmeiras e candeias, com muitas nascentes de água que desaguam em sua maioria no Rio Gualaxo do Sul. Nas partes mais elevadas, aparecem os campos de altitude com afloramentos rochosos. Diversas espécies de animais raros e ameaçados de extinção podem ser encontrados na unidade de conservação.

A Fazenda São José do Manso é um exemplo da arquitetura colonial deixado pelos bandeirantes em Minas Gerais. A sede da fazenda, a Casa do Bandeirista, foi construída entre 1706 e 1708. Ela é considerada por especialistas como o primeiro prédio público do Estado, pois servia para cobrança de impostos e vigilâncias das minas. A Fazenda do Manso foi um polo produtor de chá na primeira metade do século passado. O Museu do Chá abriga o maquinário alemão usado no beneficiamento do chá colhido nas lavouras da fazenda. Outras atrações incluem a Capela de São José, a Fazenda do Cibrão, as ruínas da Casa de Pedra e a Chácara dos Cintra.

A seguir, algumas fotos que marcaram a visita do RCOP naquele local.

 

 

 

 

 

 

 

 

IGE DA ÍNDIA comente aqui

No dia 03 de junho o RCOP recebeu a visita da delegação de IGE-2010, neste ano composta por cidadãos da Índia. O grupo foi constituído por: S.Bansal (rotariano líder do grupo, industrial siderúrgico), R.Lakka (bancário), D.B.Singh (empresário do setor de turismo) e S.Kari (jornalista).

Em Ouro Preto, o grupo visitou os principais monumentos da cidade, guiados pelos companheiros Leonardo, coordenador da Área 01 do IGE – Distrito 4580, e os companheiros Armênio, Juninho e filha, e Luiz Antônio. À noite, eles participaram da reunião do RCOP.

Abaixo, fotos relacionadas com o assunto.

 

 
Lakka + Singh + Bansal + Kari.

 

 
Leonardo, coordenador IGE-2010.

 

 

Visitantes da Índia + Leonardo + Luiz Antônio na porta da Escola de Minas de Ouro Preto