LIVRO TAMBASCO comente aqui

Na tarde desta quarta-feira, Ouro Preto foi brindada com um importante acontecimento. A Academia de Ciências de Ouro Preto – ACIOP, a Editora UFOP e o Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais da Escola de Minas organizaram o lançamento do livro “O Tubo Centrifugado – sua Invenção e Metalurgia no Brasil”.

De autoria de José Carlos Vargens Tambasco, o livro apresenta uma história da tecnologia industrial da centrifugação do ferro fundido para o saneamento urbano no Brasil.  Trata-se de um documento técnico inédito, escrito por um ex-aluno da Escola de Minas (Eng. Metalúrgica, turma de 1961), participante atuante desta história, com passagem nas usinas da Cia. Barbará (Barra Mansa, RJ) e Cia. Ferro Brasileiro (Caeté, MG). Trata-se também de uma pesquisa com o rigor dos preceitos da história, assunto também dominado pelo autor, mestre (1998, UFMG) e doutor em história (2003, UFF).

A cerimônia foi prestigiada por seis membros do Rotary Club. De Mariana, esteve presente o companheiro Pascoal Schettini, que trabalhou com Tambasco em Caeté. De Ouro Preto, participaram os companheiros Hubert Roeser (também Presidente da ACIOP), Armênio Queiroz, Geraldo Lúcio de Faria, Issamu Endo (Diretor da Escola de Minas) e Leonardo Godefroid.

As fotos abaixo ilustram momentos do evento.

Slide1

Slide2

Slide3

Slide4

Slide5

END POLIO NOW comente aqui

DIA MUNDIAL DE COMBATE À PÓLIO

Os associados do Rotary se reúnem, local e internacionalmente, com o objetivo de usar sua experiência e seus conhecimentos para resolver os desafios mais urgentes. Concentramos nossos esforços em seis áreas: promoção da paz, prevenção de doenças, acesso a saneamento e água limpa, saúde materno-infantil, educação básica e a alfabetização, e desenvolvimento comunitário.

Quando faz doações ao Rotary, você apoia o trabalho que realizamos em nossas comunidades e no mundo todo. Somos uma 

 e usamos cerca de 90% dos nossos recursos financeiros para despesas com programas.

Nós nos dedicamos especialmente a . Os associados do Rotary vêm trabalhando nessa iniciativa desde 1979 e já conseguiram erradicar a doença na maioria dos países (a pólio é endêmica em apenas três países: Afeganistão, Nigéria e Paquistão). A luta contra a paralisia infantil é liderada pelo Rotary International, OMS, Unicef, CDC, Fundação Bill e Melinda Gates e governos mundiais, contando com o apoio de muitas outras pessoas e organizações.

O dia 24 de outubro é considerado o Dia Mundial de Combate à Pólio. Junte-se ao Rotary nesse dia, para saber mais como está a luta pela erradicação desta doença.

foto

FALTA SÓ ISTO

Onde estamos na luta contra a pólio? O que já conseguimos alcançar? Como podemos entrar para a história? Descubra tudo isso no Dia Mundial de Combate à Pólio. No dia 24 de outubro, junte-se a nós para demonstrar seu apoio à erradicação da poliomielite. Acesse www.endopolio.org/pt e abrace essa causa.

foto-2

Com a ajuda de figuras públicas e celebridades, como Isabelli Fontana, Bill Gates, Archie Panjabi, Psy, Jackie Chan, Ziggy Marley, Arcebispo Desmond Tutu, Jane Goodall, Amanda Peet e Jack Nicklaus, estamos divulgando a causa aos quatro cantos do mundo. Agora precisamos de você!

foto 1

ROTARY E PÓLIO

Em 1985, quando o Rotary começou a combater a paralisia infantil, a doença afetava 350.000 pessoas por ano em 125 países, em sua maioria crianças. Naquela época, o Rotary e a OMS, calcularam que US$120 milhões seriam suficientes, baseado no trabalho feito nas Filipinas. Em 1978 o Rotary criou o Programa dos Subsídios “Saúde, Fome e Humanidade” (3-H), e o primeiro deles patrocinou um projeto que imunizou 6 milhões de crianças filipinas contra a pólio.

Desde então, os casos da pólio diminuíram mais de 99%. Nossa organização já doou US$1,3 bilhão e dedicou inúmeras horas de trabalho voluntário para proteger mais de dois bilhões de crianças. Depois de cerca de 30 anos de trabalho e dedicação a esta causa, estamos prestes a entrar para história pelo fim da pólio, a segunda doença a ser erradicada.

De 2013 a 2018, cada dólar que o Rotary doar para a OMS e o Unicef em apoio direto ao combate à pólio será equiparado na proporção de 2 por 1 (até o limite de US$35 milhões por ano) pela Fundação Bill e Melinda Gates.

POR QUE A ERRADICAÇÃO É IMPORTANTE?

Nenhuma criança sofrerá por causa desta doença novamente. A vacina, que protege pela vida inteira, custa apenas US$0,60. Chegar às crianças mais vulneráveis com a vacina contribui para o sucesso de outras intervenções de saúde. A vitória contra a pólio é também uma vitória para a saúde global – um verdadeiro legado. Nós podemos, e iremos, erradicar a pólio. Não perca esta oportunidade histórica!

foto 2

CONSIDERAÇÕES SOBRE O BRASIL

• O governo brasileiro foi um dos primeiros a enfrentar e vencer a pólio. Este sucesso contribuiu para o trabalho de erradicação e definição de estratégias que levaram a um declínio de 99% na incidência da doença.

• O ano de 2014 marca o aniversário de 20 anos desde a certificação das Américas como livres da pólio. Isso representa uma geração inteira de crianças que cresceram sem a existência da doença.

• A detecção do vírus da pólio em amostras de esgoto no Brasil mostra que o risco ainda existe, e que nenhum país está realmente protegido até que a doença seja eliminada globalmente.

• Os rotarianos do Brasil incentivam seus governantes a contribuírem para a erradicação da pólio.

foto 3

MENSAGEM DE JOHN GERM, Presidente da Comissão Internacional Pólio Plus do Rotary International

Em maio/2014, a diretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou que a propagação internacional da poliomielite é uma emergência de saúde pública de importância internacional, e emitiu um conjunto de recomendações a todos os países afetados pela doença. Em 31 de julho, a situação foi reavaliada e a diretora-geral declarou que a poliomielite continua a ser uma emergência de saúde pública. Vários fatores foram considerados para esta decisão, incluindo o fato de que a pólio se alastra em áreas comprometidas por conflitos. A triste realidade é que existem vários países cujos sistemas de saúde pública têm sido seriamente enfraquecidos pela crise, e cujas crianças são mais vulneráveis em contrair a poliomielite. Na verdade, o número de pessoas que vivem em áreas dilaceradas por conflitos tem aumentado desde maio, colocando essas crianças em maior risco.

Ainda é muito cedo para determinar se as orientações emitidas em maio tiveram sério impacto nos países afetados. De qualquer forma, as medidas recomendadas pela OMS no início de maio ajudam a proteger os ganhos gerais da luta contra a pólio, especificamente nas ações para garantir que os viajantes internacionais não levem o vírus com eles. O Rotary reitera tais recomendações para viajantes provenientes ou com destino ao Paquistão, Síria, Guiné Equatorial e Camarões (países que exportaram o vírus em 2014); e Afeganistão, Etiópia, Iraque, Israel, Somália e Nigéria (países infectados pela poliomielite em 2014).

Nós acreditamos firmemente que, através de uma estreita colaboração, o Rotary, seus parceiros e os governos irão conseguir alcançar um mundo livre da pólio.

 

POR QUE PRECISAMOS DE MAIS FUNDOS

Embora os casos da doença tenham diminuído em 99% no mundo inteiro — indo de 350.000 em 1988 para apenas 223 em 2012 — nosso trabalho ainda não terminou.

O RISCO

A falta de fundos diminuirá os índices de vacinação em países afetados pela pólio. Até que a doença seja erradicada em todos os lugares, nenhuma criança não vacinada, independente de onde viva, estará segura. Se a poliomielite voltar, dentro de uma década mais de 200.000 crianças podem ficar paralisadas por ano.

O DESAFIO

Plano Estratégico de Erradicação da Pólio e Reta Final — 2013-18 (polioeradication.org)

• Custo estimado: US$5,5 bilhões

• Compromissos de doação: US$4 bilhões

• Déficit (se todos os compromissos de doação forem cumpridos): US$1,5 bilhão

A SOLUÇÃO

Obter apoio de governos, organizações não governamentais, empresas e o público em geral para conseguirmos financiar o plano final de erradicação da pólio.

 

O COMBATE À PÓLIO E O RCOP 

O Rotary Club de Ouro Preto iniciou a doação de recursos financeiros para a campanha de erradicação da pólio em 1986. As três primeiras doações à Fundação Rotária foram destinadas ao Programa Pólio Plus.

Nesta semana, uma das logomarcas da campanha foi projetada à noite na fachada do Museu da Inconfidência (Praça Tiradentes). Os companheiros Luiz Antônio, Armênio e Leonardo estiveram na Rádio Ouro Preto, no Programa Antônio Carlos, divulgando todo o envolvimento do Rotary neste assunto. As fotos abaixo ilustram estes momentos.

End Polio Now

Slide1

FESTA DO 12 comente aqui

A Escola de Minas da UFOP comemorou neste 12 de outubro seus 138 anos de profícua existência. Foram destaque nesta festividade as Bodas de Ouro de formatura do companheiro Aldo Grossi (ex-RCOP, agora em BH) e os 39 anos de formatura da turma dos companheiros Armênio Queiroz e Pedro Soriano Carvalho. Um almoço no Grande Hotel de Ouro Preto promoveu a confraternização entre  os homenageados. O companheiro José Loreto cuidou do churrasco, e o companheiro José Cecília de Oliveira Jr. se responsabilizou pelo áudio-visual. Estiveram presentes as esposas dos companheiros citados, o intercambista Thibault Olivier, assim como o companheiro Allan e os rotarianos Geraldo (Pedro Leopoldo) e João/Angélica (Cataguases).

Posteriormente, no dia 23 de outubro o companheiro Issamu Endo apresentou uma palestra sobre a Escola de Minas da atualidade e do futuro.

As fotos abaixo lustram momentos das festividades.

Imagem1

Imagem2

Imagem3

Slide1

Slide2

Slide3

Slide4

MÚCIO 55 ANOS DE RC comente aqui

Em sua reunião de 09 de outubro, o RCOP comemorou os 55 anos de filiação de Múcio Junqueira. Uma bonita festa foi preparada para homenagear o distinto companheiro. Estiveram presentes vários familiares, membros do nosso clube e do RC de Mariana. Em seu discurso de saudação, o Presidente Luiz Antônio (por acaso, filho de Múcio) fez um resumo da vida de Múcio, com destaque para a implantação do Programa de Intercâmbio de Jovens em nosso clube. Em seguida, Maria Emília (neta de Múcio) apresentou um relato sobre sua experiência como intercambista recentemente de retorno da França.

As fotos abaixo, tiradas pelos companheiros Rotizen e Armênio, ilustram momentos da festa.

Slide1

Slide2

Slide3

Slide4

Slide5

Slide6

Slide7

BODAS DE OURO SILVÉRIO E AMÉLIA comente aqui

No dia 04 de outubro de 2014 o casal Silvério/Amélia comemorou 50 anos de matrimônio. Uma grande festa foi oferecida pela família para celebrar esta data tão importante. Parentes e uma expressiva comitiva do RCOP compareceram ao evento. As fotos abaixo ilustram a cerimônia.

Slide1

Slide2

Slide3

Slide4

Slide5

Slide6

Slide7

Slide8

Slide9

VISITA DO GOVERNADOR comente aqui

O RCOP recebeu no dia 02 de outubro a visita do Governador do Distrito 4580, Paulo Cézar de Oliveira. Juntamente com sua esposa Kátia, Paulo Cézar visitou a Santa Casa de Misericórdia, onde o RCOP criou o Banco de Leite e faz diversas doações. À tarde, ocorreu a reunião com o Conselho Diretor de nosso clube, e à noite o tradicional jantar. As fotos abaixo mostram alguns momentos desta visita.

Imagem1

Imagem2

Imagem3

Imagem4

Imagem5

Imagem6