NOVOS MEMBROS RCOP

Uma das principais preocupações do Rotary International é o desenvolvimento de seu quadro associativo. Todos ao redor do mundo se mobilizam para aumentar o número de companheiros, sempre com o objetivo de poder ampliar a elaboração e a execução de projetos sociais. Dar de Si antes de Pensar em Si. Naturalmente, trata-se de um desafio também para o Rotary Club de Ouro Preto, que está permanentemente engajado na procura de novos membros.

Neste contexto, no dia 02 de junho o RCOP realizou reunião festiva para empossar três novos membros: Ana Paula Araújo Costa (madrinha: Creuza Mendes), Efigênia da Glória Chaves (padrinho: Luiz Antônio Junqueira) e Vera Lúcia de Miranda Guarda (padrinho: Armênio Queiroz). As novas companheiras se destacam em nossa comunidade pela ação social, todas elas com bastante experiência na elaboração e execução de projetos. A reunião contou com a presença do Governador do Distrito 4580 para o Ano Rotário 2016-2017, André Cota. Estiveram presentes também jovens representantes do Rotaract e do Interact.

Imagem1

Imagem2

Ana Paula Araújo Costa nasceu em Araguari/MG em 1974, filha de José Odurval da Costa e Magda de Araújo Costa. É casada há 12 anos com André Cota Moreira Pinto, com quem tem a filha Giulia.

Realizou seus estudos básicos em sua cidade natal, graduando-se em fisioterapia pela Unicerp (Centro Universitário do Cerrado) em Patrocínio/MG. Fez especialização em fisioterapia ortopédica pela Universidade Gama Filho e pós-graduação em ergonomia pela mesma universidade em Belo Horizonte.

Em 1996, começou a trabalhar em Ouro Preto na Clínica de Fisioterapia Vigor, lá permanecendo até 2011. Trabalhou na Cooperativa Unimed, no Setor de Promoção de Saúde, até 2013. Atualmente realiza atendimentos domiciliares nas áreas de gerontologia, neurologia e ortopedia.

Ana Paula já realizou várias ações sociais em Ouro Preto, com destaque para campanhas de aquisição de bens para pessoas carentes e doentes. Ela é colaboradora voluntária do Lar São Vicente de Paulo, onde atua como fisioterapeuta.

Efigênia da Glória Chaves, nascida em Ouro Preto há 55 anos, é filha de José Nogueira Chaves e de Maria Francisca Mendes Chaves. Mãe de dois filhos, Rosane e Rodrigo e avó da Giovana de 6 anos.

Efigênia é formada em Letras pela UFOP. Ela começou a trabalhar na Alcan com 18 anos, tendo permanecido naquela empresa por 26 anos, sendo 3 anos na área fiscal e 23 anos na área de recursos humanos. Trabalhou também em São Paulo e em Curitiba.

Em 2004 retornou para Ouro Preto a convite da Alcan, onde permaneceu até meados de 2013, quando foi convidada para integrar a equipe da Hindalco, sendo responsável por estruturar a área de recursos humanos, contratando todos os empregados e criando políticas e procedimentos para a nova empresa, onde trabalhou até junho de 2015. Hoje está aposentada, mas já iniciou em Ouro Preto uma nova atividade, como consultora na empresa Barbosa & Andrade.

Efigênia esteve como presidente da Fundação Aleijadinho nos últimos 4 anos e como vice por mais 4 anos no mandato anterior, e hoje integra o Conselho Curador da nova diretoria até março de 2020. Esta dedicação a trabalhos voluntários é de longa data, tendo participado de um projeto de reforço escolar para crianças carentes do bairro Taquaral por 3 anos, e participado sempre de ações de voluntariado pontuais.

Vera Lúcia de Miranda Guarda, filha de Vicente Gualberto de Miranda e Nalzira Cervulo Ferreira, nasceu em fevereiro de 1963, na cidade de Tarumirim/MG. Em 1991, casou-se com Álvaro Guarda (Presidente do RCOP) e tem dois filhos: Nicole Janine e Ângelo Vicente.

Estudou em escola pública até 8ª série e depois frequentou o Colégio São Francisco Xavier em Ipatinga. Em 1985 formou-se em Farmácia – habilitação Indústria, na UFOP. Em 1991 defendeu o mestrado na UFRGS e em 1998 o doutorado na Université Joseph Fourier de Grenoble na França. Ela cursou especialização em Empreendedorismo e Inovação, na UFOP, em 2012. Hoje é professora associada 4 da Escola de Farmácia e trabalha com Análises de Águas e Trabalho de Conclusão de Curso 1 e 2.

Em 2006 foi nomeada Coordenadora da Cátedra UNESCO: água, mulheres e desenvolvimento, e em 2012 fundou o Núcleo da Cátedra – NUCAT, onde vem capacitando mulheres de baixa renda para o mercado de trabalho: camareiras, recepcionistas, cuidadoras de idosos e de crianças e manipuladores de alimentos.

Em 2012, Vera foi vencedora do Prêmio Santander Universidade Solidária, com o Projeto Fábrica de Sabão de Óleo Usado no distrito de Antônio Pereira. No mesmo ano, recebeu o Prêmio Cidadã da Fundação Aleijadinho. Em 2014, ela foi contemplada com o Prêmio Mulher de Destaque da Câmara Municipal de Ouro Preto.

Em 2015, Vera concorreu com ao Prêmio Valorizar da Vale e trouxe para o RCOP e para a Casa da Amizade um recurso no valor de R$18.000,00, conquistando 2 segundos lugares do Prêmio com a Agricultura Familiar em Antônio Pereira e o Curso de Cuidador de Pessoas, respectivamente.

Imagem3

Esta reunião do RCOP foi utilizada também para a outorga do Título Paul Harris ao companheiro Raul Augusto Spineli da Silva. A solenidade contou com a participação do companheiro Leonardo Godefroid, que fez uma saudação ao agraciado. Além da homenagem ao distinto companheiro Raul, nosso clube reforça o apoio à Fundação Rotária, com doação de recursos para seus projetos humanitários. A reunião encerrou-se com o tradicional jantar de confraternização e momento para companheirismo. As fotos foram tiradas pelo companheiro Rotizen Reggiani.

Imagem4

Imagem5

Imagem6

Imagem7

Imagem8

 

One Reply to “NOVOS MEMBROS RCOP”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *